ALECTOMIA

blankUm nariz é considerado largo quando as narinas ultrapassam a linha entre os cantos internos dos olhos. Basta se olhar de frente ao espelho para analisar. E, para isso, a solução muitas vezes é o estreitamento da base alar (narinas).

A técnica conhecida como Alectomia pode ser uma solução para este problema. Este procedimento é simples e rápido (levando em média 40 minutos), realizado no próprio consultório e com anestesia local, permitindo que o paciente retorne as atividades rotineiras imediatamente, diferentemente da rinoplastia que, muitas vezes, está associada a fratura óssea e requer internação hospitalar. Não são observados no pós-operatório, normalmente, inchaço e o incômodo é pequeno. Por esses motivos o custo é consideravelmente mais acessível do que de uma rinoplastia clássica.

A cicatriz é quase imperceptível pois está localizada bem no sulco nasal, apesar disso, como qualquer procedimento cirúrgico no rosto, pessoas com tendências à queloide devem avaliar o real custo x benefício desta intervenção. Fora isso, atenção com a higiene da cicatriz e evitar exposição ao sol por 3 meses são medidas que garantem uma boa cicatrização.

O procedimento, apesar de simples, requer atenção especial no que tange a funcionalidade do nariz, pois no caso de uma ressecção maior do que o ideal pode se causar uma real dificuldade respiratória no paciente.

Para observação do resultado final, normalmente, deve se esperar 90 dias, mas os pontos são retirados entre 07 e 10 dias após.

Outra questão a ser avaliada é que, diferentemente de outras intervenções da harmonização, a Alectomia é uma redução definitiva, por isso o paciente deve ter muita segurança sobre o desejo de modificação.