CIRURGIA BUCOMAXILOFACIAL

CIRURGIA ORTGNÁTICA FLORIANÓPOLISCIRURGIA ORTOGNÁTICA – é o nome genérico de um procedimento cirúrgico que visa reestabelecer um padrão facial normal em pacientes adultos que apresentam alterações no desenvolvimento ósseo facial. O tratamento com a cirurgia ortognática é um procedimento que engloba, sempre, a associação de um tratamento ortodôntico com um cirúrgico para propiciar melhorias estéticas e funcionais na face dos pacientes que a procuram.

Quando o crescimento dos ossos da face se dá fora dos padrões ideais anatômicos, pode ser corrigido pelo ortodontista (até aproximadamente os dezesseis anos de idade). Em adultos, que consequentemente não apresentam mais crescimento ósseo facial confirmado pela idade óssea, usa-se a alternativa de reposicionar os ossos da face cirurgicamente. A cirurgia ortognática está indicada para pacientes com desarmonias esqueléticas e dentárias, cuja solução não pode ser propiciada apenas pelo tratamento ortodôntico – pois há um excesso ou falta de crescimento das bases ósseas da face. A cirurgia é indicada para pacientes com retrognatismo ou prognatismo mandibular, que consistem, respectivamente, na retrusão ou protrusão da mandíbula. Outros pacientes podem apresentar também problemas de crescimento na maxila ou até associados na maxila e mandíbula.

Para a decisão entre tratamento ortodôntico corretivo ou cirurgia ortognática (que necessita de preparo ortodôntico prévio e posterior), avalia-se o crescimento ósseo facial através de diversas análises cefalométricas (medidas da face e crânio). Dependendo dos valores obtidos pode-se optar por um ou outro tipo de tratamento, cada um com suas vantagens e desvantagens.


 

CIRURGIAS MAIORES E MENORES – Cirurgia oral menor ou maior são sub-especilidades da cirurgia bucomaxilofacial, que envolve o diagnóstico, tratamento e acompanhamento de dentes indicados para extração, lesões, traumatismos de maior ou menor intensidade e defeitos da boca, maxilares e regiões adjacentes.

Conforme a categoria, menor ou maior, o procedimento poderá ser feito no próprio consultório ou com internação na clinica ou hospital, respectivamente.

• Sisos – O dente do siso é o terceiro e último dente de cada lado dos maxilares superior e inferior. Eles também são os últimos dentes a nascerem; geralmente aparecendo entre o final da adolescência e o início da vida adulta.

Dentes do siso que nascem parcialmente ou tortos também podem levar ao congestionamento doloroso e a doenças. Conforme os dentes são removidos antes dos 20 anos de idade, eles possuem menos raízes desenvolvidas e menos complicações, a American Dental Association recomenda que pessoas entre 16 e 19 anos tenham seus dentes do siso avaliados para observar se precisam ser removidos.

• Lesões bucais – São alterações como inchaços, manchas ou feridas em sua boca, nos lábios ou na língua. Há vários tipos de feridas e de enfermidades bucais. As mais comuns são as aftas, o herpes simples, a leucoplasia (placa branca) e a candidíase (sapinho). Estes problemas serão abordados abaixo. Se encontrar uma ferida em sua boca, não se preocupe. Cerca de um terço de toda a população sofre ou sofrerá com isso em algum momento da vida. Contudo, as irritações e inflamações bucais podem ser muito dolorosas e interferir na fala e na mastigação. Qualquer ferida que persista durante uma semana ou mais deve ser examinada pelo seu dentista. Às vezes, é recomendável que se faça uma biópsia (retirada de tecido para ser examinado) para que se possa detectar a causa da ferida, e para que se possa eliminar a possibilidade de doenças mais sérias.

 

Fonte: https://bit.ly/3bUnOhK